terça-feira, 21 de dezembro de 2010

FELIZ NATAL!!!! E UM ANO NOVO MARAVILHOSO!

Bom, como (se a neve permitir) embarco para Londres dia 26 e só volto ano que vem (adoro falar isso), o post de hoje vale como Natalino (não, Toso, não é vc) e como Retrospectiva 2010.

Adoooooooooooro parar nos últimos dias do ano para pensar em tudo que aconteceu nestes quase 365 dias. Sempre dá uma pontinha de saudades, misturada com um pingo de orgulho e uma pitada de expectativa.

2010 é um ano apontado, por muitos, como um ano ruim. Imagino que seria injusto de minha parte assim o definir. Difícil? HORRORES! Ruim? NÃO!

Este ano vivi o suficiente para escrever uma coleção completa da Barsa. Gastei energia chorando e sorrindo o suficiente para gerar luz para Brasília por 3 meses ininterruptos. Conheci um número de pessoas que não caberiam no Maracanã. Viajei uma quilometragem equivalente à distância da Terra a Plutão. Acumulei lembranças e memórias que, tenho certeza, são para toda a vida.

Brincadeiras à parte, r
ealmente não posso reclamar! Vivi muito! Aprendi como nunca! Cresci para sempre! Senti o calor de 45ºC e o frio de -10ºC; estive em 3 continentes (sim, América do Norte e do Sul são continentes diferentes, por que eu quero =P), 6 países, 12 cidades; conheci brasileiros, americanos, irlandeses, ingleses, suíços, belgas, alemães, espanhóis, italianos, eslovacos, eslovenos, ucranianos, franceses, poloneses, argentinos; trabalhei como professora, guia, chef, babá, cleaner, recreadora; senti a dor da perda, a dor da despedida, a dor da saudades, mas também a força da amizade, a paz da família e a emoção do amor; aprendi que não se ama alguém mais que a si mesmo, que não se promete não se apaixonar, que não se julga, que não se planeja tendo certeza de que dará certo; vivenciei mais uma vez a comprovação de que tudo acontece por um motivo, que o Universo está ao meu lado sempre e que eu sou uma pessoa muito abençoada e protegida.

Passei talvez os melhores 15 dias da minha vida na Disney com a equipe e os pax mais lindos do mundo; me emocionei com as luzes no Fantasmic, vivenciei uma emoção indescritível no Harry Potter and the Forbiden Journey, cantei de olhos fechados na Rock-It, cochilei no Jardin du Luxembourg, festejei em Barcelona, me purifiquei nos Cliffs em Galway e me senti em casa em Dublin.

Vivenciei os sorrisos do João intensamente em Floripa, e seus primeiros passos transmitidos a km de distância graças às maravilhas da tecnologia e do skype; curti colo de mãe, afago de pai, aconchego de irmã e socorro de amigos-irmãos;


Dancei com as amigas na formatura da Alzinha, com os velhos amigos nos forrós arrochados, e com os novos amigos no show da Shakira. Andei descalça na neve no primeiro dia em que a vi. Chorei! De tristeza, de dor, de pânico. De alegria, de emoção, de saudades, de felicidade.

2010 foi O ano! Foi o ano que não fiz Resoluções na virada, mas que tudo aconteceu! Foi o ano que mais amei, fui amada, me entreguei, recebi de volta, me arrisquei, errei e acertei! Foi o ano que criei coragem e quebre
i protocolos, venci barreiras, dei os primeiros passos e, depois de muito esforço, tudo se convergiu para este ponto. Este exato ponto e momento que estou vivendo aqui, o meu presente mais literal!

Tenho muito orgulho
de falar que comecei o ano no chão (literalmente né, Gêmula?! kkkkkkkkkkkk) e estou terminando nas nuvens! Que me permiti errar muito, para acertar o dobro no ano que vem!

Aos que fizeram parte do meu 2010, saibam que vocês estarão sempre na minha memória! Aos que me ajudaram a levantar, minha gratidão eterna! Foram vocês que me ensinaram que não há nada na vida como amigos e família! Aos que estarão comigo em 2011, vamos fazer
deste ano que se aproxima o ano de nossas vidas.

Um feliz Natal a todos! Curtam suas famílias (porque daria tudo para estar ao lado da minha), se permitam comer mais do que deviam, troquem presentes mas, acima de tudo, agradeçam ao Papai do Céu por todas as graças alcançadas, os momentos vividos e os ensinamentos adquiridos.

Não reclamem de 2010; se esforcem para fazer melhor em 2011!

Amo vcs! Sinto muitas, muitas saudades! Mais do que
nunca! QUE VENHA 2011!

sábado, 18 de dezembro de 2010

A vida num conto de fadas

"Acordo hoje às 10h, meu day-off depois de uma semana, no mínimo, interessante. Farei baby-sitting de noite, então resolvo que não irei ao centro. Pego minha toalha, minhas roupas, que coloco no aquecedor do banheiro para ficarem quentinhas, meu ipod e um livro. Encho a banheira com água quente, contrapondo aos -3ºC lá de fora e à neve fininha que cobre os carros. Jogo um pouco de produto para fazer uma espuma e um pouco de óleo de banho. Leio meu livro enquanto curto meu banho quente, ao som de Jason Mraz.

Saio do banho, me visto e pego o carro. Me ofereci para fazer as compras semanais só pra dar uma volta. Dirigir do lado esquerdo ainda é completamente esquisito, mas admito que estou ficando cada vez mais acostumada, e amando mais a cada dia. Chego em Blackrock, 10 min depois de sair de Foxrock. Faço as compras com calma e resolvo dar uma caminhada, e aproveitar o dia ABSOLUTAMENTE lindo que está fazendo. A parede de nuvens que começa no mar e termina na metade do horizonte faz um degradé de azul que acho que nunca havia visto igual. As gaivotas voando e os raios de sol saindo por detrás das nuvens completam a paisagem. Depois de uma semana como essa não havia forma melhor de acabar..."

Sim, muitas coisas acontecendo nessa semana. Sim, esse foi meu dia. Sim, estou muito bem, obrigada!

Comecei, desde domingo, a morar em uma nova casa. Escolhi a família de Foxrock (o que vim a descobrir, dias depois, que é uma das regiões mais ricas de Dublin). Na verdade, já havia decidido desde que fiz a entrevista. Me apaixonei à primeira vista pela família, pelas crianças, pela filosifia da mãe, por tudo! Mas estava esperando ser real antes de anunciar!

A família é de irish, com uma menina de 7 e um menino de 8. De manhã eu levo os meninos no colégio, dirigindo, e vou pro curso de inglês. Volto, pego eles no colégio às 15h, ajudo com o homework, preparo o jantar e brinco um pouquinho com eles. Pronto! É isso! Finais de semana livres, com 1 baby-sitting qd os pais saem. Eu tenho meu próprio quarto, que é beeeem grande (maior que o meu de Brasília heheheh), com uma cama de casal e TV, e divido o banheiro com as crianças. Como eles só tomam banho às quartas e domingos (oi?), isso é bem tranquilo!

A Frances (a mãe) é super adepta a atividades físicas e comidas saudáveis, então frutas e verduras nunca faltam aqui. Todo dia tem framboesa, blue e blackbarry, manga, melão, melancia, maça, laranja, limão, cenoura, tomate, folhas de todos os tipos, baby sweetcorn, brocólis e mais uma talagada de coisas. Me farto! Tô comendo tudo que eu não comi nos últimos 3 meses.

O frio está voltando, a neve deve vir pra ficar, então ter uma casa com um bom sistema de aquecimento e um chuveiro que está sempre quente fazem toda a diferença. Mas bom mesmo é estar falando inglês o tempo todo! As crianças têm au pair desde 2 anos de idade, então elas estão super acostumadas a ter estrangeiros em casa. Com isso, elas são super pacientes em me explicar o significado das palavras, e nós passamos o dia todo conversando. Quando não é com elas, é na minha sala da manhã (onde estou estudando com 1 italiano, 1 venezuelano, 1 saudita e a professora irish. A melhor sala que já tive, em questão de aprendizado), ou a noite, conversando com a Frances. Impagável!

Assim como é impagável parecer estar vivendo em um filme. Deixo primeiro a Orianne na escola. Ela estuda em uma escola de meninas. Todas de meião, saia até os joelhos, casacos e cachecóis. Bem aqueles uniformes de filme americano mesmo, mas sem o ar de Lolita. Aqui a saia é realmente comprida. Depois levo o Cailem. Ele estuda em uma escola só de meninos. Primeiro temos, no sinal de trânsito, uma senhorinha mega fofa, com um colete laranja florescente e uma mega placa de "STOP" na mão, que pára o trânsito para a gente passar. Depois os meninos todos chegando de calça social, sapato, camisa, gravata e suéter. Sério! Pode ser ultrapassado, mas é a coisa mais fofa do mundo.

Fazer o dever de casa com eles é impressionante! O Cailem, com 8 anos, tem que decorar poemas infantis. Decorar mesmo, falar com as mesmas palavras. A tabuada que eles decoram não é só a de multiplicação. Eles decoram do 1 ao 12 em soma, subtração, multiplicação e divisão. A Orianne está aprendendo a soletrar, então é ótimo porque aprendo com ela. Eu falo a ela como soletra e ela me fala o significado. Além disso tem as aulas de irlandês, o gaélico.

Na segunda eles têm aula de música e tocam bateria (lembrei horrores do Bruninho) e teclado. Na quarta a Orianne tem aula de dança irlandesa e o Cailem tem aula de tênis. No domingo, ela tem aula de equitação. E eles realmente amam fazer tudo isso!

Quando busco eles na escola, sempre tem alguma turma jogando algum esporte. Geralmente na escola da Orianne é rockey (na grama) e na do Cailem é futebol, ou rúgbi. Aí quando você olha do lado de fora, vários pais torcendo como loucos, gritando, apoiando, esperneando... De outro mundo!

Finalmente tenho me sentindo mais dentro de outra cultura. Conhecer pubs e ver irlandeses caindo de bêbados e irlandesas com tudo de fora no frio de 1ºC já não estava mais fazendo sentido! Além disso, ter privacidade e um tempo sozinha sempre faz diferença! Enfim, estou realmente amando!

Quinta-feira, para completar, foi o show da Shakira. Definição em 1 palavra? IMPERDÍVEL! Foi muito, muito, MUITO bom! A mulher é de uma energia, uma animação que não se explicam! Ela pula, se joga, cai, levanta, dança, grita... Não pára um minuto, e também não deixa ninguém ficar parado! Desde Underneath your clothes, até waka-waka, passando por Gipsy e Hips don't lie, ela cantou todos os maiores sucessos e foi embora deixando um gostinho de quero mais! Perfeito!

video

E é isso! Semana booooooooooooa! As vezes não é preciso exageros pra nos fazer feliz! Basta a gente ver o muito em cada pedacinho... Vivendo e aprendendo... No próximo post coloco fotos da casa.

Vitaaaaaaaaaaaaaaaum, parabéns pelo seu filhoteeeeeeeeee!!! Como está essa vida de papai? Curta muito seu menino, cuide muito da nova mamãe e cultive a sua recém-formada família! Estou mt feliz por vc! E q história é essa de voltar à educação física? Gostei disso aí =D

Bibi, já falei com a Mari das fotos, mas c sabe como ela é, né?! E quero fotos da confraternização, viu?! E como foi a RELP Fest???

Guiiiiiiiiiigo, eu NUNCA ando sem câmera, c acredita? Inclusive tô pirando pq a minha tá estragando. Bem nesse bendito dia, eu tava sem... Mas tudo bem! A gente tem que aprender com os nossos erros =P Ah! Previsão de volta? Com certeza depois de maio. Imagino que entre maio e julho, mas ainda não tenho nada certo... =P Icógnitas, icógnitas...

Carol, ainda não arrumei ninguém... Mas se não der esse mês, mês que vem eu já não pago de qq jeito! Saudades mil! Tire mtas fotos do Natal, por favoooooooooooor! Se deixar pela minha mãe, ela nem leva a câmera...

Lia, amigaaaaaaaaaaaaaaa!!! Minina, a neve só é romantica na TV. Na vida real ela te faz se vestir horrivelmente, escorregar toda hora, molha os pés, arrepia os cabelos... Afff! Mas vamos admitir que continua sendo linda!!!! Ela não só é branca, como brilha como se tivesse glitter! É realmente fantástica! Respondi o e-mail! Me respondeeeeeeeeeeeeeeee

Bjocas mil! Essa semana tem post Natalino =D

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Novos tijolos para reconstruir meu castelo


Eu li essa frase do título pela primeira vez quando estava no Ensino Médio! Era época de boom de fotologs e me lembro perfeitamente do Fotolog da Lily com essa frase. E posso falar que, depois da frase que fala do amanhecer ("A parte mais escura é aquela que vem logo antes do amanhecer"), ensinada pela minha irmã, essa é a minha segunda frase predileta!

Estou sempre buscando novos tijolos para reconstruir meu castelo. Aliás, se o autor (desconhecido) me permitir, prefiro usar a expressão "reformar" ou "aumentar", ao invés de "reconstruir". Não pretendo desmanchar nada do que já construí em tantos anos. Acho que cada buraquinho na parede tem sua história para contar. Mas sei que esse castelo ainda tem muito o que crescer, ou que ser reformado. Para o resto da minha vida.

Essa semana parece que a neve trouxe consigo váááááários tijolos para que eu pudesse trabalhar! Muitas coisas mudando, muitas novidades chegando! Se são boas? SEMPRE! Se são fáceis? Nem tanto... Se eu vou contar todas aqui neste post? Ainda não... hehehehe

Uma delas é que passaremos (eu, Mari, Du e Rafa) o Reveillon em LONDOOOOOOOON!!!! =D Nossa! Sem noção o tanto que estou feliz!!! Primeiro porque vou encontrar a Karina, depois porque não vou passar o Reveillon em Dublin (dizem que o New Year's Eve aki é beeeeeeeeem chatinho), mas também porque AMO Londres! É quase sintomático que eu passe minha virada de ano na cidade que me fez me apaixonar pela Europa e voltar pra cá de intercâmbio, não?!

A outra é que estou procurando emprego de novo. Com a neve, frio, crise e tudo mais que resolveu acontecer bem agora que eu estou aqui, o movimento do café diminuiu bastante. Com isso, as horas de todo mundo foram cortadas. As minhas também, só que nesse caso o corte foi pela raíz =S O meu chefe me colocou de molho por pelo menos mais umas 5 semanas. As contas vindo, o dinheiro indo... Por mais que eu ame trabalhar lá, decidi que era hora do plano B.

Em meio a tanta coisa acontecendo, de repente me peguei em uma rotina bem conhecida por mim. A minha sensação era de que eu simplesmente tinha transferido meu cotidiano do Brasil para a Irlanda. Mas não é possível que um intercâmbio seja só acordar, estudar, fazer almoço, ir pra aula, ir ao mercado, voltar pra casa, ver filmes, dormir... Levar minha vida sob a minha responsabilidade, pagar minhas contas, cuidar de casa, conhecer gente nova... Sem dúvida isso estava na minha lista de objetivos principais ao vir pra cá. E foi isso que eu vivi nesses primeiros 3 meses.

Não me entendam mal, foram 3 meses MARAVILHOSOS! Inesquecíveis já, por si só! Se eu voltasse amanhã, meu intercâmbio já teria sido fantástico! Mas agora chegou a hora de mudar um pouco. Tenho sentido falta de contato com os irish, de falar mais inglês. Falta de conhecer mais gente ainda, de mudar tudo. De repente me deu vontade de ter uma parede no meio da sala do meu castelo. Tijolos empunhados, mãos à obra.

Decidi ser au pair. Voltar a ter contato com crianças, falar inglês o dia todo, ter meu próprio quarto, viver dias diferentes! Tenho feito contato com algumas famílias, conhecido algumas crianças, falado com alguns casais. Meus anjinhos da guarda sempre me protegendo, eu tenho conhecido pessoas maravilhosas nesta nova aventura. E lugares fantásticos tb!

Anteontem tive uma entrevista com um casal super simpático que mora em Clontarf. Eu já tinha ido lá na vez que fui cleaner, e me apaixonei pelo lugar! É bem na beira do mar, só com casas ENORMES! Lindo mesmo! Mas combinei de encontrar este casal em um hotel, chamado Clontarf Castle Hotel. Tudo bem, endereço em mãos, moedinhas para pagar o ônibus (aqui só se paga ônibus com moeda), lá vou eu! Pergunto ao motorista e ele me informa que é a última parada. Looooooooooonge pra burro! Mas quando chego lá... Valeu cada metro rodado! A rua até o hotel estava toda branca com neve, mas os arbustos ainda verdinhos. Sério, eu até toquei nas folhas pra ter certeza de que não eram artificiais, porque era impressionante a visão: a neve branquinha nas folhas super verdes! Coisa de filme mesmo! Quando vi o hotel, me arrependi 1000 vezes de não estar com a minha câmera. Foi o primeiro castelo que vi aqui na Irlanda, que realmente tinha cara de castelo! Só faltou a princesa no alto da torre e o dragão rodeando! LINDO! Mais ainda porque estava repleto de árvores de Natal. Lá dentro, uma lareira acesa quebrava o frio de -4ºC. Não ficarei com essa família, mas a viagem valeu o ingresso! Acho até que vou voltar lá só pra tirar foto do castelo!

Além deles, já encontrei com 2 outras famílias, uma em Sandymount, em uma MEGA casa de 3 andares, e uma em Foxrock (ao lado de Blackrock, onde a Mari trabalha), em uma casa linda tb, super aconchegante. No próximo post, cenas dos próximos capítulos!!!

Então é isso! A vida na neve já está beeeeeeeem mais normal e adaptada! Nada que uma homeostase não resolva! Não caí nenhuma vez, parou de nevar e desde hoje de manhã a neve começou a derreter. Ótimo! Agora, além de gelo, temos água nas ruas. Nunca mais verei um filme americano de inverno com os mesmos olhos...

Essa semana é a última de aula, depois teremos um recesso de 15 dias para Natal e Reveillon. E quinta é dia de Waka-waka com a Shakira! uhuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

Amanhã (10/12) é niver de casamento do Papito e da Mamusca!!! Meus maiores exemplos de força, perseverança, amor, família... Amo vocês imensamente! Sinto saudades de vocês a cada minuto, e agradeço a Deus cada segundo que tenho dentro desta família linda! Vocês são meus heróis!

Muitos comentários no post passado (adooooooroo! vou ficar mais tempo sem atualizar pra ver se vcs comentam mais... heheh), então vamos lá:

Mamusca, te mandei e-mail falando dos lápis de cor, vc viu?! E quero fotos do Fit!!!! =D Vcs estão chiques demais!!! =D

Juuuuuuuuu, tá chegandoooooo! uhuuuuuuuu!!! =D Que legal, Ju! Não esquece de me ligar qd vc pegar seu Vodafone! E se tiver sem planos para o Natal, vou reunir com vários amigos e vc está mega convidada!

Guigo, nem me fale! tô até com medo de saber que sinal é esse! Será que é pra eu não viajar mais que uma catástrofe pode acontecer? Ou talvez seja para eu tomar cuidado com o que peço, porque quis DEMAIS DA CONTA que nevasse para eu ver a neve... =P

Bibiiiiiiiiii, parabéns pelo seu visto E seremos colegas de au pair agora! =D Minina, cada criança LINDA nessa Irlanda! Parece um bando de anjinho, sabia?! Só nas fotos hehehehe Vááááááários atentados! Ainda bem q vc ficará com uma teen!!!

Geeeeeeeeeeeemula, tá vendo? A neve tá indo embora, só pq vc pediu! Agora trocaremos as galochas e luvas pelo snorkel e pé de pato com esse tanto de água nas ruas... hehehehe Vizinhas, será?! =D

Patchenhu, dizem que o bom de chegar no fundo do poço é saber que agora só sobe, né?! Só me resta uma dúvida: será que esse é msm o fundo do poço pra eles? Pq esses irish ainda não me parecem mt dispostos a mudar não... preguiçooooooooooooooosos...

Cyyyyy, que ótimo ter coment seu aqui!!! Vc falando do calor da Austrália, quase te invejei... kkkkkkkkk Tô congelando, Cy! Juro! As vezes quero minha mãe... Pior de tudo é pensar que nem chegou o inverno... Ai, Jisuis!

Tia Lé, estou te devendo um e-mail, e juro que deste final de semana não passa! Fiquei muito feliz de saber que vc está indo para o Guarujá! Você merece muito! Quero saber como foi lá, ok?!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Welli boots, slippery, icy... Novas palavras para um dicionário congelado!

Um dia eu rezei para que Deus me ajudasse a viajar para a Europa, fazer um intercâmbio. Ele me ouviu, cá estou eu na Irlanda.

Um dia eu rezei para que Deus me ajudasse, no meu intercâmbio, a conseguir um bom lugar para morar, com pessoas amigáveis e que estivesse na mesma energia que eu. Ele me ouviu, cá estou eu no meu apartamento.

Um dia eu rezei para que Deus iluminasse meu caminho na procura de um emprego na Irlanda. Ele me ouviu, consegui meu emprego em menos de 3 semanas.

Um dia eu rezei para ver neve. Fez eco...

Acabei de chegar em casa. Minha aula foi cancelada.Os ônibus pararam de rodar. O aeroporto foi fechado, junto com o de Londres, Oslo, Glasgow e Bruxelas.. O trânsito está caótico. Os trens, com a falta de ônibus, estão superlotados. Meu trabalho me colocou de folga até segunda, por falta de movimento.

O que acontece é que quando eu me propus a vir para a Irlanda, queria uma experiência única na minha vida. Deu tão certo que ela está sendo única até para os irlandeses; hoje caiu a pior nevasca da história do país. E isso que é só o 4º dia de neve. Parabéns, Amanda! Certinha a data para cair nesse país gelado. Errado é o Dalai lama... =P

Brincadeiras à parte, a neve é realmente coisa de outro mundo. Ela começou a cair na sexta de madrugada e no sábado já estava tudo branquinho, a coisa mais linda que eu já tinha visto. Aí no sábado de madrugada eu e Mari fomos para o Temple Bar, e mais ou menos 1h da matina começou a cair a neve mais perfeita de todas! Floquinhos de neve mesmo, fofinhos. O mais engraçado é que eles não derretem, então não é tão frio quanto parece. A cidade ficou linda, todo mundo nas ruas fazendo guerra de neve, snow men, snow angels. Eu, Mari, Du e Rafa parecíamos 4 crianças na rua. Até guerra de neve com as crianças do bairro nós fizemos. Uma delícia. Inesquecível! E devo dizer que fazer boneco de neve é MUITO mais difícil do que se imagina. Se não fosse o Paul lá, com todo seu conhecimento europeu, nunca teria saído nada...

Mas estamos apenas no início de dezembro, o inverno ainda nem começou e não se esperava neve para essa época. Resultado: CAOS!

Quando nós vemos as pessoas na neve, nos filmes, os pensamentos que vêm à cabeça são os mais variados: “Nossa! Deve estar frio!” ou “Incrível como roupa de frio é elegante” ou até mesmo “Que lindo!!!”. O que não se pensa é que não há sapato no mundo que não escorregue quando o gelo começa a ficar pisado demais, parecendo uma pista de patinação (slippery, como eles falam aqui). Se você diz que ainda não caiu (como é o meu caso), ou está mentindo ou ainda vai cair (como é o meu caso hehehe). O que não se pensa é que TODOS os sapatos que antes seguravam o frio e a chuva se tornam inúteis. A única coisa que adianta são as galochas (Welli Boots). A neve em flocos pode não derreter, mas a neve de bolinhas, que ficam entrando no seu olho o tempo todo, bate no casaco e derrete. E aí, não há elegância que segure uma galocha de borracha ou um casaco anti-vento e a prova d’água. O frio é o de menos. Mas, a partir de agora, luva e gorro não são mais artigos de luxo. São itens de sobrevivência, junto com os tapa-orelhas (breguííííííííííssimos).

A meteorologia espera 20cm de neve em Dublin ainda essa semana. O recorde de neve já foi batido. O de frio está em -13ºC ano passado. Considerando que o frio acabou de começar e já pegamos -8ºC, acho que o título é nosso, hein?!

Depois de passar por 45ºC na Disney, em julho, e por -8ºC aqui, essa semana, posso falar que nenhum extremo é interessante! Não sinto falta do calor que passei lá, e sei que não sentirei falta do frio que estou passando aqui. Sair de casa é quase um ritual de paciência para vestir tanta roupa. Andar nas ruas é uma aventura: os carros não passam de 20km/h, derrapando a cada curva, as pessoas andam arrastando os pés, e um caminho que antes demorava 15min para ser feito a pé, agora não é feito em menos de 25min. E ainda tem os filhos de chocadeiras dos knackers que ficam atirando bolas de neve em todo mundo que passa. Isso sem contar que, com a falta de dinheiro, o governo não pode pagar funcionários para jogar sal nas ruas todas as noites. Então o gelo vai só acumulando...

Resumindo, a neve é linda, não me canso de olhar a janela enquanto ela cai, a cidade parece outra, mas morar em uma cidade com neve? NEM A PAU, JUVENAL!

Fotos do post são reais, de Dublin pós neve essa semana. Lindas, né?!

Os comentários de hoje são totalmente RELPs! AMEI ler os coments das minhas RELPs lindas e da Naty, pax fofa! QUE SAUDADES DE VCS!!!!! Tirem mtas fotos na RELP Fest e me mande, tá?!

Clariiiiiiiiiiiiinha, vc entrou no meu bróguiiiiiii!!! Menina, já está nevando em Londres, vc acredita? Ano passado estávamos lá nessa mesma época (1 ano, Clariiiiiiiiiiiiinnha) e não tinha neve... Loucura... Menina, tô querendo te mandar um e-mail há uma era. Lembro de vc TODO SANTO DIA, sem exagero. Juro que dessa semana não passa!

Paaaaaaaaaam, nem comento sobre o e-mail, sua feiosa! Panpam, tá friiiiiiiiiiiio demais, mas continuo batendo na mesma tecla: pra vir pra cá, tem que vir antes e se acostumar com o frio aos poucos. Loucura já chegar no inverno...

Bibiiiii, a neve sempre será linda, mas ela realmente deveria durar 1 dia só... hehehehe E vc vai chegar nos EUA no inverno??? Afffff!

Que friiiiiiiiiiiio! =D

Gêmula, viu como eu expliquei direitinho? kkkkkkkkkkkkk Deus nos proteja nessa neve toda! E esse fds tem guerra de neveeeeeeeeeeeeee!!!

Naty, está tudo lindo por aqui! Pode ter certeza! Estou muito feliz, mesmo com toda essa neve meio deprimente... =D

Família, cadê vcs no blog? =(

Beijos a todos